Páginas

quarta-feira, 24 de janeiro de 2007

Palhaço


Mais triste é o palhaço
Que chora enquanto os outros riem dele
Não fatigado corre de um lado para o outro
Para chamar atenção

A atenção que é desviada do seu semblante
Pois ali as lágrimas brotam
E a maquiagem vira uma pasta
Que escorre junto com o suor da agitação

Pobre palhaço
Que por ofício faz da dor um sorriso
E que faz de seus sentimentos
Uma piada ou um chavão

Triste agouro calado
Aquele que pinta uma lágrima na face
Porque sabe que elas sempre brotaram
No meu circo o palhaço sou eu

Um comentário:

Matheus disse...

pow achei lindo mim lenbra umas letras da minha banda favorita Lacrimosa!